Busca por Assunto

Ameaças ao bem-estar da mamãe e do bebê

Hipertermia (Alta temperatura do co rpo - Febre)

A temperatura do corpo humano oscila, mas é de aproximadamente 36,5ºC, e mesmo que ocasionalmente tenhamos febre, devido a um leve distúrbio, não costumamos ficar alarmados.

Todavia, sabemos que hipertermia tende a alterar a divisão das células e, quando muito alta, pode até matar algumas delas. Isso não causa nenhum problema no adulto, mas num concepto essa perda do crescimento pode ser bastante importante, principalmente nos primeiros meses de gestação, quando sistema nervoso do bebê está se organizando. Essas alterações se localizam no cérebro e acontecem se a alta temperatura ocorrer nos quatro primeiros meses de gravidez. Ela poderá ainda levar a um abortamento ou a um parto prematuro.

As pesquisas têm oscilado em torno da procedência da alta temperatura, e as causas mais importantes são as infecções, destacando-se, entre elas, a infecção urinária, que é bastante freqüente na gestação, principalmente na sua segunda metade. A paciente não deve esquecer: dor, dificuldade de urinar e dor nas costas, são sintomas que sempre devem ser comunicados ao obstetra, mesmo que não estejam acompanhados de febre.

Também apresentam riscos, no início da gravidez, os banhos de sauna prolongados. Os resultados demonstraram que a temperatura do corpo não aumenta muito durante os 10 primeiros minutos, mas depois desse período tenderá a subir progressivamente, podendo chegar a níveis altos, o que não é recomendável. Portanto, as altas temperaturas devem ser sempre evitadas. No tratamento de hipertemia, drogas específicas, autorizadas pelo obstetra, podem ser usadas de maneira criteriosa.

Grávida Feliz Grávida Feliz